O sucesso das embalagens flexíveis no mercado

A Associação Brasileira de Embalagem define embalagens flexíveis como aquelas que dependem do formato do produto acondicionado e que tenha uma espessura inferior a 0,25 milímetros. Além disso, a ABRE reconhece esse tipo de embalagem como a mais popular do mundo, com um volume de produção que representa 59% do mercado de embalagens.

As embalagens flexíveis são muito usadas em todo tipo de mercado e nos mais diversos produtos: alimentos, produtos de higiene, brinquedos, roupas, produtos de limpeza, eletrônicos e muitos outros. Isso mostra sua praticidade e eficiência.

Por que usar embalagens flexíveis?

É muito comum que as pessoas pensem que embalagens flexíveis são mais frágeis e menos seguras para armazenar produtos, mas a verdade é que esse tipo de embalagem é uma das mais populares no mercado. Isso porque as embalagens flexíveis são adaptáveis e podem ser moldadas de acordo com as necessidades do produto que elas protegem.

As embalagens flexíveis também tem um custo menor de produção. Por ter uma baixa espessura e se adaptar ao formato do produto, esse tipo de embalagem não desperdiça matéria-prima, reduzindo também a quantidade de lixo. O baixo custo também reflete no preço final da mercadoria, sendo vantajoso para o consumidor.

Além disso, também otimizam o transporte e armazenamento, porque podem ser encaixadas e agrupadas. Isso também reduz o custo de transporte e facilita o processo de distribuição e estocagem.

Outra vantagem dessas embalagens é sua ótima proteção contra luz, calor excessivo, umidade, poeira, oxigênio e outros componentes que podem alterar a configuração do produto acondicionado dentro delas. Esse tipo de embalagem também é impermeável e por isso é muito usada para armazenar produtos líquidos.

Por fim, as embalagens flexíveis são facilmente customizáveis e poder ser customizadas em tamanho, formato, maleabilidade, cor, transparência e outras características. A impressão nas embalagens também é facilitada e transmite a imagem de forma muito clara e precisa, com chances mínimas de deformações. Essa é uma boa forma de chamar a atenção do consumidor e destacar o produto nas prateleiras.

Os tipos de embalagens flexíveis

As embalagens flexíveis podem ser fabricadas com plástico, alumínio ou uma combinação de materiais. Suas características permitem que sejam usadas em diferentes segmentos e tenham tamanhos e formatos variados. Dentre eles, podemos destacar:

  • sacos;

  • pouches;

  • bandejas;

  • filmes;

  • rótulos;

  • etiquetas;

  • lacres.

Como dissemos, esse tipo de embalagem pode ser encontrada para proteger os mais diversos produtos em vários segmentos do mercado. Isso prova sua incrível adaptação e customização, além de sua eficiência.


Regiões onde a Embalagem Ideal atende Embalagens flexíveis:


Principais regiões do Brasil onde a Embalagem Ideal atende Embalagens flexíveis: