Utilize plástico leitoso de qualidade para o seu negócio

O mundo dos plástico é um campo vasto, repleto de opções para que os consumidores fiquem na dúvida na hora de escolher qual adquirir, já que existem opções para todos os tipos de negócios de diversos segmentos.

Entre os materiais mais usados e baratos do mundo dos plásticos está o plástico leitoso, que é ideal para quem quer manter a identidade visual da empresa com autonomia perante outras marcas.

Além disso, o plástico leitoso apresenta muitos outros benefícios e, antes de conhecê-los, é necessário saber do que ele é feito.

PEBD: essencial para a produção de plástico leitoso

O plástico leitoso é produzido em PEBD, também conhecido como Polietileno de Baixa Densidade. Este tipo de termoplástico é feito à base de petróleo e é considerada a primeira categoria do polímero denominado Polietileno.

O PEBD também pode ser utilizado para fazer sacos, embalagens, potes, entre uma variedade de outros produtos de utilidades domésticas.

As suas principais características são:

  • É um termoplástico barato, o que possibilita a sua alta produção;
  • Apresenta resistência química e atoxidade, garantindo que todos os produtos em seu interior permaneçam com as suas propriedades;
  • Transparência e translucidez, para que os produtos possam ser vistos pelo consumidor;
  • Flexibilidade, podendo ser moldado em diversos tipos de tamanhos e formas.

As funcionalidades do plástico leitoso

Para que o plástico leitoso possa ser confeccionado com todas as suas características essenciais que protegem os produtos em seu interior, é preciso colocá-lo em uma bobina pigmentada branca, onde há a presença de resinas adequadas sem a presença de micro furos.

Perfeito para colocar em ambientes de alto congelamento, o plástico leitoso também é conhecido pela sua baixa permeabilidade aos vapores d'água. Fora isso, o plástico leitoso apresenta outras funcionalidades, como:

  • É uma matéria-prima 100% reciclável, ou seja, o consumidor não agredirá o meio ambiente se fizer o descarte correto da embalagem;
  • Quando feita de aparas de material virgem e partes de outras embalagens descartadas, as chamadas "reprocessadas", os custos dessas embalagens abaixam, se tornando uma alternativa sustentável para o bolso do cliente.

Além disso, o plástico leitoso pode ser produzido com aba adesiva permanente ou abre-fecha. Na primeira opção, o plástico leitoso não consegue ser aberto, sendo preciso danificar a embalagem para que isso ocorra.


Regiões onde a Embalagem Ideal atende Plástico leitoso:


Principais regiões do Brasil onde a Embalagem Ideal atende Plástico leitoso: