O que é o plástico oxibiodegradável

O plástico oxibiodegradável é aquele que, ao receber um aditivo pró-degradante, tem seus fragmentos acelerados por influência de oxigênio, luz, temperatura e umidade. A biodegradabilidade desse elemento gera discussões entre os estudiosos da área.

É comum vermos sacolinhas de mercado ou sacos de lixo definidos como “oxibiodegradáveis” ou, simplesmente, sacolas biodegradáveis. Presentes também em sacos de pão, luvas, embalagens em geral, garrafas, plástico bolha e copos, esse tipo de plástico é denominado dessa forma porque, incorre em dois processos diferentes de degradação: o químico e o biológico.

Para ser um plástico oxibiodegradável, o plástico precisa ser degradado pelo oxigênio - processo acelerado pela incidência da luz e do calor - raios UV, conforme mencionado. E para ser considerado biodegradável, é preciso que seja degradado por bactérias, que fazem a tarefa de decomposição.

Como ocorre o processo de produção do plástico oxibiodegradável?

O plástico oxibiodegradável é considerado ecologicamente correto em detrimento de seu tempo de degradação, de aproximadamente 1 ano e meio contra os cinco anos que as sacolas comuns levam para deixar a natureza.

Confira a seguir como funciona o processo, de duas etapas, que dá origem ao plástico oxibiodegradável:

  • 1ª etapa: o plástico fica passível de se fragmentar (degradar) por meio da reação com o oxigênio. O catalisador acelera a oxidação do polímero, causando sua “quebra” em moléculas menores que, diferentemente do polímero base, podem ser umedecidas por água;
  • 2ª etapa: as moléculas oxidadas são biodegradadas por micro-organismos existentes na natureza e então convertidas em dióxido de carbono, água e biomassa (fonte de energia).

Certificação do plástico oxibiodegradável no Brasil

Em apoio aos consumidores interessados por esse tipo de produto no Brasil, a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) determina as condições para o uso de rótulo ecológico para aditivos plásticos com funções oxibiodegradáveis.

Isso se dá através do procedimento que define os requisitos que os produtos com aditivos que aceleram a degradação de poliolefinas em estado de exposição ao meio ambiente, em processos de compostagem ou em aterros sanitários devem atender para receber a licença de uso da Marca ABNT de Qualidade Ambiental.


Regiões onde a Embalagem Ideal atende Plástico oxibiodegradável:


Principais regiões do Brasil onde a Embalagem Ideal atende Plástico oxibiodegradável: