Plástico transparente e sua versatilidade

O plástico transparente é ideal para permitir que o consumidor tenha contato direto com o produto em questão, não sendo indicado para situações nas quais seja necessário que o conteúdo fique oculto.

Além da versatilidade, o plástico transparente também é uma ótima opção para quem deseja reduzir custos. Isso porque também é possível produzir esse elemento com matéria-prima reciclada, pois como é feito de material flexível, é possível colori-lo com até 9 cores para que ele atinja a estrutura adequada.

Como o plástico transparente pode ser aproveitado

Investir em plástico transparente é ter em mãos uma embalagem moderna, customizada de acordo com a sua necessidade, e o melhor: sem gastar muito. Isso porque ao investir nesse tipo de empacotamento você consegue imprimir artes, como o logotipo da empresa, e ainda trabalhar com diversos tipos de fecho.

Por exemplo, se for o caso de um material que vai ser aberto muitas vezes, insira uma aba adesiva para proporcionar praticidade ao consumidor. Outra possibilidade é o fecho zip, composto por dois trilhos de plástico que protegem o produto e ainda agrega valor ao design da embalagem.

Confira a seguir os produtos para os quais o plástico transparente mais é usado:

  • Alimentos;

  • Materiais impressos;

  • Roupas;

  • Bijuterias;

  • Entre outros.

Composição do plástico transparente

O plástico transparente pode ser fabricado a partir de diversos tipos de matéria-prima, como:

  • Polipropileno (PP);

  • Polietileno de Baixa Densidade (PEBD);

  • Polietileno de Alta Densidade (PEAD);

  • Polietileno de Média Densidade (PEMD);

  • Polipropileno Bi-orientado (BOPP);

  • Poliéster (PET);

  • Co-extrusado (COEX).

A escolha da composição ideal deve ser baseada nas necessidades do produto a ser embalado. A embalagem de Polipropileno (PP) é indicada quando se procura por um envoltório com baixa absorção de umidade, resistência ao calor e estocagem prolongada, por exemplo.

Já o Polietileno de Baixa Densidade (PEBD) é mais utilizado quando se procura por envoltórios de boa resistência com relação ao rasgo e baixa resistência à tração, enquanto o Polietileno de Média Densidade, por possuir menor resistência ao rasgo, é melhor aproveitado para embalar papel, guardanapo e lenços.

Qualquer que seja a escolha feita, é importante ressaltar que existem aditivos os quais somam na composição do plástico transparente a fim de potencializar características de sua matéria-prima e torná-lo ainda mais funcional.


Regiões onde a Embalagem Ideal atende Plástico transparente:


Principais regiões do Brasil onde a Embalagem Ideal atende Plástico transparente: